Jardim Vertical será que uma boa ideia?

Toda vez que passamos por um Jardim Vertical pensamos, quero um! Mas logo em seguida vem milhares de perguntas na sua cabeça e acabamos nos questionando, será que é uma boa ideia? Sim, é uma ideia maravilhosa e vai ajudar muito o seu bairro, a sua casa e a sua cidade. Mas será que é muito caro executar? Eu preciso de um projeto?A irrigação automática é o melhor caminho para esse tipo de jardim? Quais tipos plantas eu utilizo? São muitas dúvidas em volta desse novo artifício que tem causado suspiros e arrepios.

Então vamos entender melhor como eles foram criados, o que são, quais tipos de plantas podemos usar e também vamos nos inspirar em projetos lindos mundo a fora.

 

Afinal de contas como eles foram criados? Um dos precursores do sistema é o designer e botânico francês Patrick Blanc, que desenvolveu diversos projetos. Patrick trabalha para o Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), especializada em plantas de sub-bosque tropical.

Este francês desenvolveu um circuito de recirculação fechada com a água de irrigação e os nutrientes. Ele também impulsionou o uso da vegetação local, para que tenha melhor adaptação às alterações climáticas. Sua primeira criação vertical, era para os Cité des Sciences em Paris, em 1986. Graças a esta técnica as cidades adquirem um rosto novo, mais brilhante e verde.

 

E como veio à mente esta ideia? Aconteceu durante uma viagem para Tailândia com seus alunos. Naquele momento ele percebeu que as plantas podem crescer em qualquer lugar porque elas só precisam de água suficiente. Inspirado por este pensamento, concebeu para a sua casa de Paris seu primeiro jardim vertical.

 

O que é uma Parede Verde ou Jardim Vertical?

Também conhecida como eco-parede ou jardim vertical, é uma intervenção paisagística em paredes externas e/ou internas dos edifícios, que são cobertas por vegetação através de diversas técnicas. As bactérias sobre as raízes das plantas metabolizam impurezas do ar, tais como compostos orgânicos voláteis.

 

Existem diversos tipos. As paredes intituladas “ativas” estão ligadas a construção do sistema de circulação de ar do edifício. Ventiladores sopram ar na parede e, em seguida, é re-circulado através do edifício. 

 

As ditas “passivas” ou “inativas” não tem nenhuma circulação de ar mecanizada. Em vez disso, elas estão abertas para promover a livre circulação de ar. Estas paredes estão crescendo no estilo de agricultura urbana ou jardinagem urbana. Normalmente, elas são idealizadas como uma obra de arte por sua beleza. Às vezes servem para ajudar a curar a “síndrome do edifício doente,” ou em qualquer caso, aumentar os níveis de oxigênio na circulação de ar. É também uma forma de reutilização de água. As plantas também podem purificar a água contaminada (água cinza).

 

Outros benefícios que se pode dizer é a ajuda na diminuição dos efeitos da emissão de carbono, reduzindo a poluição do ar e melhorando sua qualidade e umidade, o isolamento acústico e térmico à construção, a contribuição para a maior durabilidade dos prédios, pois diminui a amplitude térmica, e faz captação do ar quente e de energia solar.

Algumas paredes verdes necessitam de impermeabilização, o que acarreta maior custo a parede.

 

Quanto custa em média para montar um?

Vai depender de cada projeto, por isso indicamos sempre consultar uma empresa especializada para não acabar gastando mais que o necessário numa compra olhando matérias na internet.

 

Quais tipos de plantas usar no projeto?

Confira na lista abaixo as espécies mais indicadas para o cultivo em jardins verticais, divididas entre plantas de sol e plantas de sombra, fator determinante para a beleza do jardim e para o desenvolvimento saudável da planta.Mas lembrando que é necessário a avaliação do local para saber quais plantas são mais indicadas para seu espaço.

 
Plantas de sol pleno
  • Brilhantina (Pilea microphylla)

  • Clorofito (Chlorophytum comosum)

  • Hera-inglesa (Hedera helix)

  • Jibóia (Epipremnum pinnatum)

  • Orquídea-grapete (Spathoglottis unguiculata)

  • Trapoeraba-roxa (Tradescantia pallida purpúrea)

 

Plantas de sombra e meia-sombra

  • Antúrio (Anthurium andraeanum)

  • Asplênio (Asplenium nidus)

  • Babosa-de-pau (Philodendron martianum)

  • Barba-de-sepente (Ophiopogon jaburan)

  • Bromélia (Guzmania sp)

  • Columéia-peixinho (Nematanthus wettsteinii)

  • Chifre-de-veado (Platycerium bifurcatum)

  • Dedo-de-moça (Sedum morganianum)

  • Dinheiro-em-penca (Callisia repens)

  • Falenópsis (Phalaenopsis x hybridus)

  • Flor-batom (Aeschynanthus radicans)

  • Flor-de-maio (Schlumbergera truncata)

  • Peperômia (Peperômia scandens)

  • Renda-portuguesa (Davalia fejeensis)

  • Samambaia (Nephrolepis exaltata)

 

 

Exemplos de Jardins Verticais:

 

Os paletes vieram para ficar,com a sustentabilidade cada dia mais em mente, a melhor coisa que você pode fazer é reaproveitar um palete que esteja sendo jogado fora no super mercado ou até mesmo ir aos grandes mercados produtores e comprar por preço agradáveis.

 

 

Esse foi feito em nichos criando uma ilusão de cheios e vazios, lindo para um ambiente corporativo. Aqui é importante tomar cuidado na hora da irrigação, porque estamos trabalhando com as plantas na vertical.

Esse ambiente cria a sensação de você estar no meio da natureza, completamente relaxante. Nesse tipo sempre recomendamos utilizar a irrigação automatizada, assim fica muito mais fácil cuidar dessa quantidade enorme de plantas.

 

Esse projeto é de autoria do Gaia ateliê da natureza 

Temos a opção de utilizar vasos em painéis com plantas pendentes, cria o mesmo efeito dependendo da quantidade de plantas e da densidade que você escolha. Nesse projeto a cliente optou por não ter a parede completamente preenchida por plantas.

 

Esse projeto é de autoria do Gaia ateliê da natureza 

Nesse projeto usamos caixas de feira como inspiração, a cliente não tinha uma varanda muito espaçosa em uma das extremidades. Então optamos por usar uma peça com rodizio, facilitando a limpeza.

 

Esse projeto é de autoria do Gaia ateliê da natureza 

Nesse projeto foi utilizado jardineiras de plastico e painel metálico, super simples de executar e com um resultado que surpreende até os mais experientes. Acreditamos que as vezes não é preciso gastar muito para ter belos resultados.

 

Fontes fotos: Google e Arquivo pessoal

Fontes texto: Google e Arquivo pessoal

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como perceber quando suas plantas precisam de manutenção?

19.10.2018

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

O Gaia Ateliê da Natureza fica na

Rua Dona Maria, n. 62, apt 101, Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ

(21) 9.9253-2111 / (21) 9.8133-8522

  • White Instagram Icon
  • Facebook Clean